segunda-feira, 25 de maio de 2015

Portuguesa derrota o Ceres e retoma a liderança do Grupo A

Fonte: FutRio
Link da Matéria Original: http://futrio.net/site/noticia/detalhe/35183015/com-show-de-allan-portuguesa-derrota-o-ceres-e-retoma-a-lideranca-do-grupo-a?clube=23

Artilheiro da Segundona faz dois, dá assistência e comanda vitória lusitana


Tudo voltou ao normal. A Portuguesa retomou a liderança do Grupo A da Taça Corcovado neste domingo (24), ao vencer o Ceres por 3 a 1 no Estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador. E novamente o grande nome do jogo foi o artilheiro da Série B. Allan marcou duas vezes e alcançou a impressionante marca de 17 gols em 13 jogos. Ele ainda deu uma assistência para Maicon Assis. Vitor Ferraz descontou para os banguenses, que perderam seis pontos no TJD e estão com 14 - a dois da zona de rebaixamento.

Com a postura que já foi vista durante o título da Taça Santos Dumont, a Portuguesa foi para cima desde o início e quase abriu o placar logo aos dois minutos. Maicon Assis cobrou falta com muita categoria e acertou a trave. No rebote, Victor Hugo, da marca do pênalti, chutou para cima. Aos 11, não teve jeito: Belarmino cruzou da direita e Allan, de cabeça, inaugurou o marcador.

Quando a fase é boa, tudo dá certo. Aos 26, Allan recebeu na intermediária pela direita, cortou para o meio, levou para o pé esquerdo e acertou o ângulo de Douglas para ampliar. E o show ainda não tinha terminado: aos 39, o mesmo Allan deu uma cavadinha por cima da zaga e deixou Maicon Assis livre para pegar de primeira e estufar a rede do Ceres, abrindo vantagem no placar: 3 a 0.

Na etapa complementar, a Lusa voltou mais relaxada e o Ceres cresceu no jogo. O técnico Luiz Antônio ainda perdeu o goleiro Ricardo Luiz, lesionado, aos quatro minutos. Aos 19, Wladimir cobrou escanteio e Vitor Ferraz, que entrou no intervalo, apareceu para cabecear e descontar para o Ceres. Na única chance insulana no segundo tempo, Bruno Andrade completou cruzamento de Victor Hugo e Douglas fez grande defesa.

O Ceres gostava do jogo, mas pecava no último passe e não conseguia assustar Borges. Enquanto isso, Luiz Antônio tentou explorar o contra-ataque, colocando Romarinho aos 33 na vaga de Allan. Porém, com apenas um minuto em campo, ele exagerou na força em uma dividida com Thiago Sapo e acabou expulso. Mesmo assim, a Lusa segurou o resultado até o fim sem passar sustos.

Campeã do primeiro turno e liderando o Grupo A no segundo, a Portuguesa volta a campo no próximo fim de semana para encarar o São João da Barra, sábado (30), às 15h, no Estádio Manoel José Viana de Sá, no Norte Fluminense. Já o Ceres, que com a punição do TJD/RJ passou a lutar contra o rebaixamento, folga e só joga dia 7, contra o mesmo São João, mas em  Moça Bonita.

A partida
Portuguesa 3 x 1 Ceres - Taça Corcovado, 5ª rodada - 24/05/2015 às 15h

Estádio Luso Brasileiro (Rio de Janeiro-RJ)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Gabriel Bernardo Duarte

Portuguesa: Ricardo Luiz (Borges 4'/2ºT); Belarmino, Pessanha, Allan Miguel e Crispin; Alexandre Carioca, Silvano, Victor Hugo e Maicon Assis; Allan (Romarinho 33'/2ºT) e Bruno Andrade (Ricardo 30'/2ºT). Técnico: Luiz Antônio Ferreira.

Ceres: Douglas; David (Marcelinho 26'/2ºT), William, Gustavo (Vitor Ferraz - intervalo) e Lucão; Cayo Cezar (Wladimir 29'/1ºT), Lucas, Thiago Sapo e André Oliveira; Waguinho e Cleiton. Técnico: Leandro Ferreira.

Cartões amarelos: Allan Miguel e Alexandre Carioca (POR); David e André Oliveira (CER)

Cartões vermelhos: Romarinho 34'/2ºT (POR)
Gols: Allan 11'/1ºT (1-0); Allan 26'/1ºT (2-0); Maicon Assis 39'/1ºT (3-0); Vitor Ferraz 19'/2ºT (3-1)

Público: 240 pagantes (375 presentes)
Renda: R$ 4.000,00

Gols da Partida:

Ceres emite comunicado oficial após perda de pontos por jogador irregular

Fonte: FutRio
Link da Matéria Original: http://futrio.net/site/noticia/detalhe/35182990/ceres-emite-comunicado-oficial-apos-perda-de-pontos-por-jogador-irregular?clube=23

O Ceres se pronunciou oficialmente sobre a punição que sofreu, nesta sexta-feira (22), pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), com a perda de seis pontos na Série B do Campeonato Carioca, por causa da escalação irregular do volante Thiago Sapo. A equipe da Zona Oeste emitiu uma nota para esclarecer o caso que culminou com a sanção ao time celeste, que também foi multado em R$ 7 mil.

Em nota, o Ceres se defendeu ao dizer que não há, no regulamento do campeonato, algo referente a uma suspensão automática de uma segunda expulsão não contar como suspensão paga de uma expulsão anterior, já que Thiago foi expulso na primeira rodada da Taça Santos Dumont mas, antes mesmo do julgamento, viu novamente o cartão vermelho, na quinta rodada. O clube não anunciou se irá ou não recorrer da decisão do Tribunal.

Confira a íntegra da nota:

"O Ceres Futebol Clube vem a público esclarecer o caso do jogador Thiago dos Santos da Silva (Thiago Sapo), onde o clube foi punido pelo TJD por escalar o jogador supostamente irregular e por não cumprimento de suspensão, o que ocasionou, a princípio, a perda de 6 pontos da equipe no Campeonato Carioca da Série B.

No dia 15/03, o atleta em questão foi expulso no jogo Ceres x São Gonçalo. Cumpriu automática na rodada seguinte, contra o Queimados, dia 18. Retornou normalmente na 3ª rodada (22/03 - Mangaratibense), 4ª rodada (25/03 - America) e 5ª rodada (28/03 - Angra dos Reis), onde foi novamente expulso.

No dia 01/04, houve o julgamento da primeira expulsão, onde ficou definido a punição de 3 jogos. Como o atleta já havia cumprido a automática, restavam dois jogos. Thiago Sapo cumpriu a automática da expulsão contra o Angra dos Reis na 6ª rodada (4/04 - Duque de Caxias) e subsequentemente na 7ª rodada (11/04 - Barra da Tijuca). Em nosso entendimento, e como não há explícito na regra que a automática de uma nova expulsão não conta como suspensão paga de uma anterior, o atleta em questão já teria cumprido os 3 jogos da punição do primeiro cartão vermelho, e também cumprido a automática do segundo cartão vermelho.

Dito isso, estava apto a entrar em campo dia 15/04 contra o Barcelona, pela 8ª rodada. O julgamento do segundo cartão vermelho veio ocorrer no dia 17/04, onde novamente o atleta pegou 3 jogos de suspensão. E que foram cumpridos dia 4/04 (automática), 18/04 (Olaria) e 10/05 (São Cristóvão). A fim de evitar complicações pela possível brecha no regulamento, o Ceres Futebol Clube, em carátr preventivo e isentando-se de benefício de tal brecha, não escalou Thiago Sapo por sua própria vontade na 2ª rodada da Taça Corcovado, dia 13/05 contra o Gonçalense, reiterando a total isenção e a tentativa de não ser interpretado de forma equivocada como um benefício ilícito, como estamos sendo julgados e punidos com a perda desses 6 pontos.

O Ceres Futebol Clube, em nome de todos os seus jogadores e comissão técnica, reforça o posicionamento de que julgamos cumprir o regulamento, não se beneficiando do mesmo, da maneira como nos está sendo acusada. Nossa obrigação é prezar sempre pela clareza dos fatos, e prestar satisfação a todos os torcedores e amantes do futebol carioca.

Rio de Janeiro, 22 de maio de 2015.
Ceres Futebol Clube"

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Destaque do empate do Ceres e Sampaio Correa, Douglas elogia equipe: "lutamos"

Fonte: FutRio
Link da Matéria Original; http://www.futrio.net/site/noticia/detalhe/35182955/destaque-do-empate-do-ceres-e-sampaio-correa-douglas-elogia-equipe-lutamos?clube=23

Ceres jogou com um a menos boa parte do segundo tempo; Goleiro Léo Flores foi expulso



O goleiro reserva do Ceres, Douglas, foi o principal nome do empate sem gols da equipe contra o Sampaio Corrêa, na partida desta quinta-feira (21). O arqueiro foi a campo aos 12 minutos do segundo tempo, após o titular da posição ter sido expulso por falta cometida como último homem na entrada da área. Douglas entrou e fechou o gol fazendo plásticas defesas e contando também com a sorte de cinco bolas do adversário terem acertado as suas traves.

- Graças a Deus pude ajudar a equipe a sair com pelo menos um ponto, mas não é o que esperávamos, porque o que a gente queria três, infelizmente não veio. O time jogou bem, lutamos, como toda partida a gente vem fazendo, correndo atrás, em busca da vitória, mas infelizmente não conseguimos - disse o goleiro que chama atenção pelo físico.

O Ceres não faz uma boa campanha no segundo turno. A equipe conseguiu três empates em quatro jogos na Taça Corcovado, mas nada que desanime Douglas ou o grupo Alvianil. O goleiro contou sobre o planejamento da equipe da Rua da Chita e ainda crê que o time consiga pegar uma vaguinha na segunda fase do segundo turno do Carioca da Série B.

- A gente planeja subir mais e chegar nas finais para que possamos lutar pelo acesso, mas isso é consequência dos treinamentos no dia-a-dia, na garra de cada um, para sairmos com as vitórias. Se Deus quiser, com nossa luta e o desempenho nos jogos que estamos tendo, Deus vai nos coroar com essa classificação e o acesso que é o que nós queremos - afirmou.

Agora o ceres pega a Portuguesa, no domingo, dia 24 de maio, às 15h, no Luso Brasileiro e a partida terá transmissão ao vivo da Rádio Futrio.

Ceres é punido com a perda de seis pontos por escalar jogador irregular

Fonte: FutRio
Link da Matéria Original: http://www.futrio.net/site/noticia/detalhe/35182978/ceres-e-punido-com-a-perda-de-seis-pontos-por-escalar-jogador-irregular

O Ceres foi punido com a perda de seis pontos por causa da escalação irregular do volante Thiago Sapo na Série B do Campeonato Carioca. O fato ocorreu durante a Taça Santos Dumont, na partida contra o Barcelona, no dia 15 de abril de 2015. O julgamento ocorreu na tarde desta sexta-feira (22) e determinou que a pontuação da equipe de Bangu ficasse em 14, na classificação geral.

Thiago Sapo foi expulso na partida contra o Angra dos Reis, no dia 28 de março, pela 5ª rodada. A suspensão automática foi cumprida na rodada seguinte, contra o Duque de Caxias, e Thiago também não foi relacionado para a partida contra o Barra da Tijuca, pela 7ª rodada. No dia 20 de abril, após julgamento, foi determinada a pena de três jogos de suspensão por conta da expulsão. Mas, no dia 23 do mesmo mês, o volante enfrentou o Barcelona, ainda com uma partida para cumprir.

Os pontos pedidos são do primeiro turno da Série B do Campeonato Carioca, a Taça Santos Dumont. Desta forma, a equipe segue com a mesma pontuação e classificação, com 3 pontos e na 7ª colocação do Grupo A. Na classificação geral, o Ceres está com 14 pontos, na 12ª colocação. Antes da perda dos pontos, o Alviceleste de Bangu estava em 7º na classificação geral. Além da perda de pontos, o Ceres também foi multado em R$ 7 mil.

Com show de Douglas e das traves, Ceres e Sampaio Corrêa empatam sem gols

Fonte: FutRio
Link da Matéria Original: http://futrio.net/site/noticia/detalhe/35182949/com-show-de-douglas-e-das-traves-ceres-e-sampaio-correa-empatam-sem-gols?clube=23

Galinho da Serra acerta cinco vezes o poste Alviceleste na partida desta quinta


Em tarde inspirada dos goleiros do Ceres, a equipe da Rua da Chita e o Sampaio Corrêa empataram em 0 a 0, em partida válida pela 4ª rodada da Taça Corcovado, o segundo turno da segunda divisão do Campeonato Carioca. O Alviceleste teve seu goleiro, Léo Flores, expulso no segundo tempo e seu substituto, Douglas, fechou o gol e garantiu o empate para seu time. O Galinho da Serra ainda acertou a trave cinco vezes na etapa complementar do jogo.

Com o empate os clubes seguem sem vencer na Taça Corcovado. O Alviceleste da Rua da Chita chegou a três pontos e o Sampaio Correa somou seu segundo ponto no Grupo A. Na próxima rodada o Ceres encara a Portuguesa, na Ilha do Governador, no Estádio Luso Brasileiro, no domingo, dia 24 de maio, às 15h, com transmissão ao vivo da Rádio FutRio. Já o Galinho da Serra, também no domingo e no mesmo horário, pega o São João da Barra, no Lourival Gomes de Almeida.

Primeiro tempo de poucas emoções
O jogo começou de forma equilibrada e a primeira chance do jogo foi em uma cobrança de escanteio fechada, cobrada por Leomir. Léo Flores socou para longe da área. O goleiro apareceria novamente em chute de longa distância de Cláudio Pagodinho. O artilheiro arrematou de canhota da intermediária, obrigando o arqueiro a fazer bela defesa. O Ceres tentava agredir o Sampaio Correa em jogadas individuais, mas sem muito sucesso.

Com mais posse de bola, o Galinho da Serra tentava em jogadas pelas laterais, mas só oferecia perigo quando Claudio Pagodinho arriscava. Já pelo lado do Alvianil da Rua da Chita tentou criar com lançamentos longos, viradas de jogo e nas investidas do lateral direito Lucas, que sempre chegava com força na linha de fundo. Em uma dessas jogadas pela direita, dessa vez com Vitor Ferraz, Natan em um plástico voleio obrigou Marcos a fazer bela defesa e manter o placar no zero no primeiro tempo.

Léo Flores é expulso; traves e Douglas salvam o Ceres

Na volta do intervalo a partida começou agitada. Com menos de cinco minutos Pagodinho apareceu livre dentro da área, bateu de canhota e Léo Flores, seguro, defendeu o chute do atacante, que logo depois tentou de cabeça, mas a bola foi para a linha de fundo. Em lançamento longo do meio campo do Galinho da Serra, Juninho apareceu livre e foi derrubado por Léo Flores na entrada da área. O goleiro foi expulso e Douglas entrou no gol Alvianil e nos dois chutes seguintes, fez belas defesas.

A pressão do Sampaio Correa só aumentava. Paquetá perdeu clara chance de marcar, quando sozinho desperdiçou chance de cabeça dentro da pequena área. Depois foi a vez de Jorge Luiz receber bola de Claudio Pagodinho, invadir a área e bater para a linda defesa do arqueiro Douglas, que arrojado, saiu nos pés do meia. Depois ele voltou a aparecer dentro da área, após tabela o jogador bateu na saída de Douglas, que arrojado, pegou a bola no reflexo.

O Ceres tentava em contra-ataques com Vitor Ferraz, mas sozinho, pouco criava. O Galinho da Serra pressionava. Em um lance o ataque da equipe acertou três vezes na trave. Paquetá bateu falta para área e acertou a trave, no rebote, bololô na área e o ataque carimbou duas vezes a trave no mesmo chute. Depois Henrique em forte chute de fora da área também acertou o poste da meta de Douglas, que um lance depois pegou cabeçada de Rômulo a queima roupa. O Sampaio seguiu com sua pressão até o apito final, mas nada se o time furar o bloqueio Alvianil: 0 a 0 placar final.

 
A partida
Ceres 0x0 Sampaio Correa - Taça Corcovado, 4ª rodada - 21/05/2015

Estádio de Moça Bonita (Rio de Janeiro - RJ)
Árbitro: Gefferson Gonçalves Garvca
Assistentes: Jackson Lourenço Massara dos Santos e Richardson Santos da Silva.

Ceres: Léo Flores; Lucas, William, Gustavo e Waguinho; Lucão (Douglas 12'/2ºT), Thiago, Wladimir e Natan (Tiago Vieira 17'/2ºT). Marcos Vinícius (Cleiton - Intervalo) e Vitor Ferraz. Técnico: Leandro Ferreira.

Sampaio Corrêa: Marcos; Maurício, Leandro, Cristiano (Henrique - Intervalo); Barrach, Leomir, Jorge Luiz, Jessé (Paquetá 27'/2ºT) e Davi; Juninho (Rômulo 31'/2ºT) e Cláudio Pagodinho. Técnico: Emanoel Sacramento

Cartões amarelos: Thiago (CER) Leandro (SAM)

Cartão Vermelho: Léo Flores (CER) 11'/2ºT

Público e renda: Não disponíveis.

Bola teimosa! Sampaio Corrêa para quatro vezes na trave e empata com o Ceres


Fonte: Super Gol

Por Emerson Pereira
A partir desta quinta-feira, 21,as 232 pessoas que assistiram a partida Ceres e Sampaio Corrêa jamais afirmarão que todo 0 a 0 é chato. E não foi por falta de insistência que o Galinho da Serra não bateu o time de Bangu no Estádio Moça Bonita, na Zona Oeste, já que colocou nada mais nada menos que quatro bolas na trave, além de parar na grande tarde do goleiro Douglas, que entrou quando Léo Flores foi expulso.
Este foi o terceiro empate do Ceres no returno, onde ocupa a sétima colocação do Grupo A. Logo atrás está o Sampaio Corrêa, que somou o seu segundo ponto. No próximo fim de semana ambos os times voltam à campo: a Macaca encara a Portuguesa, enquanto o Galinho da Serra duela com o São João da Barra.
d
(Foto: Emerson Pereira/Super Gol)
Primeiro tempo de pouca inspiração
A primeira etapa em Moça Bonita foi marcada pelo equilíbrio. A primeira oportunidade de gol saiu somente aos 17 minutos, quando Cláudio Pagodinho arriscou de longe e Léo Flores foi no canto esquerdo e colocou para escanteio. Aos 36, em bola cruzada da direita, Natan emendou voleio e Marcos salvou a pátria do Sampaio Corrêa.
Muito presa no meio campo, a partida só voltou a ter emoção no último minuto, aos 45 minutos. Jorge Luiz recebeu na área, limpou a marcação e concluiu para a segura defesa de Léo Flores, que garantiu o placar inalterado no primeiro ato do espetáculo.
Léo Flores é expulso, mas goleiro reserva e traves seguram o Sampaio Corrêa
O Sampaio Corrêa voltou para o segundo tempo com outra postura. Mais ofensivo, a equipe teve a sua primeira grande chance aos sete. Paulo Barrach recebeu pela direita e cruzou rasteiro para Jessé, que, livre e com o gol aberto, mandou por cima. Porém, minutos depois Léo Flores foi expulso ao cometer falta em Juninho e coube a Douglas, goleiro reserva, estrear no time principal do Ceres. Na cobrança, Leomir chutou forte e o jovem arqueiro mostrou segurança.
Aos 16, Jessé bateu da entrada da área e Douglas foi no ângulo direito e salvou a pátria celeste. Em seguida, o camisa 10 do time de Saquarema voltou a finalizar, mas o arqueiro banguense outra vez fez grande defesa. Aos 18, Jorge Luiz arrematou de muito longe e a pelota passou muito perto.
d
(Foto: Emerson Pereira/Super Gol)
A blitz do Sampaio Corrêa seguiu e aos 29 outra vez o grito de gol ficou entalado na garganta. Henrique enfiou bola para Jorge Luiz, que limpou a marcação e bateu para ótima defesa de Douglas. Aos 35, o camisa 8 novamente quase marcou. Ele tabelou com Vinicius Paquetá e finalizou, mas a bola bateu na trave e Waguinho tirou na risca. Dois minutos depois, Jessé cobrou falta e a pelota beijou os dois postes e não entrou novamente.
E o Sampaio sobrava em campo. Aos 38, Leomir cobrou escanteio e Maurício cabeceou com firmeza, mas Vitor Ferraz tirou na linha. No lance seguinte, Jorge Luiz pegou a sobra da defesa e mandou uma bomba, que explodiu na trave esquerda. Por fim, Paulo Barrach cruzou da direita e Romulo testou à queima roupa, porém, Douglas voou e garantiu o ponto para o Ceres.

sábado, 16 de maio de 2015

No Aryzão, Goytacaz e Ceres empatam em 1 a 1 em jogo do Grupo A

Fonte: FutRio
Link da Matéria Original: http://www.futrio.net/site/noticia/detalhe/35182834/no-aryzao-goytacaz-e-ceres-empatam-em-1-a-1-em-jogo-do-grupo-a?clube=23

Equipe de Bangu terminou o duelo com um jogador a menos, pois André foi expulso


Goytacaz e Ceres ficaram no empate em 1 a 1 no Estádio Ary de Oliveira e Souza, neste sábado (16), em jogo válido pela 3ª rodada da Taça Corcovado, o segundo turno da Série B do Campeonato Carioca. Wandinho abriu o placar para o time da casa e Waguinho empatou para os visitantes. A equipe de Bangu terminou a partida com um jogador a menos, pois André foi expulso após a arbitragem interpretar simulação de pênalti já na reta final.

Logo no começo da partida o Goyta teve uma demonstração da dificuldade da partida. Após contra-ataque, Vitor Ferraz, do Ceres, finalizou com perigo, sobre a meta do time de Campos. O susto fez o time da casa acordar e após Léo Flores rebater falta cobrada por Rondinelli, Wandinho apareceu para completar e anotar o primeiro da tarde, fazendo o primeiro do Goytacaz aos 20 do primeiro tempo.

Se na etapa inicial o Goytacaz mexeu no marcador, no tempo final foi a vez do Ceres. Após jogada de escanteio, a defesa da equipe da Rua do Gás afastou mal e Waguinho bateu no canto direito de Anderson, para empatar. Daí em diante o jogo ficou aberto, com os dois times criando boas chances. Até que aos 38 do segundo tempo, André, do time visitante, recebeu o segundo cartão amarelo após o árbitro interpretar como simulação um lance dentro da área adversária e foi expulso. Com um a mais em campo, o Goyta pressionou no fim, mas não conseguiu desempatar antes do apito final.

Na próxima rodada, o Goytacaz vai até São João da Barra, onde enfrenta o time local em busca da proximidade do pelotão de frente dentro do grupo. Já o Ceres segue em busca de sua primeira vitória no returno para manter a pouca distância dos times da parte de cima da classificação geral. O próximo adversário é o Sampaio Corrêa, em Moça Bonita. As duas partidas terão cobertura em tempo real do Placar FutRio.

A partida
Goytacaz 1 x 1 Ceres - 3ª rodada da Taça Corcovado, Grupo A - 16/05/2015 às 15h

Estádio Ary de Oliveira e Souza (Campos dos Goytacazes - RJ)
Árbitro: Leandro de Lima e Silva
José Batista de Arruda e Ricardo Fragoso Dourado de Carvalho

Goytacaz: Anderson; Matheus (Sassá 22'/2ºT); Rodrigo, Diego e Miguel (Neto 22'/2ºT); Renan, Cleiton, Bóvio (Almir 35'/2ºT) e Rondinelli; Rael e Wandinho. Técnico: Mauro.

Ceres: Léo Flores; Lucas, William, Gustavo e Waguinho; André, Wladimir, Thiago e Thiago Abreu (Marcelinho 24'/2º); Cleiton (Marcos Vinícius 15'/2ºT) e Vitor Ferraz (Tiago Vieira 44'/2ºT). Técnico: Leandro Ferreira.

Cartões amarelos: Rodrigo (GOY); Wladimir, André e Léo Flores (CER)

Cartões vermelhos: André 38'/2ºT (CER)

Gols: Wandinho 20'/1ºT (1-0); Waguinho15'/2ºT (1-1)

Público e renda: não disponíveis

Gols da Partida:  


sexta-feira, 15 de maio de 2015

Ceres sai na frente, mas Gonçalense busca o empate em Moça Bonita: 1 a 1

Empate impede que as equipes entrem na zona de classificação do Grupo A


Em Moça Bonita, Ceres e Gonçalense empataram em 1 a 1 na tarde desta quarta-feira (13), em duelo válido pela segunda rodada da Série B do Campeonato Carioca. A equipe de Bangu abriu o placar já na etapa complementar com Marcos Vinícius, mas o atual campeão da Série C buscou o empate na reta final, igualando o marcador com o João.

Com o empate na partida, ambas as equipes somaram seus primeiros pontos na Taça Corcovado, já que os clubes começaram com derrota o segundo turno do Campeonato. Na próxima rodada o Ceres enfrenta o Goytacaz fora de casa, no Ary de Oliveira e Souza, no sábado, às 16h. Já o Tricolor Metropolitano pegará o São João da Barra, novamente em Moça Bonita, já que expiraram os laudos técnicos do seu estádio o Alzirão, no domingo, às 15h.

Primeiro tempo equilibrado

A primeira chegada aconteceu com o Ceres após um escanteio vindo pela esquerda de seu ataque. A bola foi alçada na área e após um bololô, na sobra, André pegou de primeira e obrigou Julio a fazer bela defesa. A resposta do Gonçalense aconteceu em duas jogadas de Sabão pelo lado esquerdo, mas ambas foram cortadas pelo defensor Gustavo antes do atacante chegar a oferecer perigo ao gol do time da Rua da Chita. Na chance mais clara do Tricolor Metropolitano foi com Amendoim tabelando com Rosales na entrada da área, a bola chegou ao Sabão que bateu colocado e Léo Flores fez linda defesa.

Após a parada técnica a partida ficou um pouco mais embolada e sem tantas oportunidades de gols sendo criadas pelas equipes. Sabão, William Amendoim e Gilmax levavam o Gonçalense ao ataque, mas pecavam na hora de finalizar. Já pelo lado do Ceres, André tentava criar e explorar a velocidade de Vitor Ferraz pelo lado esquerdo, mas esbarravam na sólida defesa do time de São Gonçalo. Na chance mais clara do time, David apareceu bem dentro da área para finalizar cruzamento de Lucas, em jogada que começou com um plástico lençol de André em Alan.

Ceres sai na frente e Gonçalense empata

O segundo tempo começou elétrico com uma chance para cada lado, mas com a entrada de Giovanni, o Gonçalense se lançou ao ataque e fez um verdadeiro bombardeio ao gol defendido por Léo Flores. Contudo quem marcou primeiro foi o Ceres. Em um contra-ataque veloz, Vitor Ferraz foi lançado e invadiu a área, solidário, rolou para trás e Marcos Vinícius empurrou para as redes livre: 1 a 0 Ceres. Logo depois a dupla de ataque voltou a aparecer, mas dessa vez o Marcos Vinicius perdeu cara a cara com Julio. Depois o Alvianil da Rua da Chita passou a ter muitas chances no contra-ataque, mas não finalizava bem.

Sabão era o jogador mais perigoso do Tricolor Metropolitano. Em falta sofrida pelo atacante, Gilmax acertou o travessão de Léo Flores, que em tarde inspirada pegou chute de longa distância de Sabão e outro a queima roupa de Giovanni, só que no segundo lance a arbitragem já parava o lance por impedimento do meia do Tricolor Metropolitense. A pressão do Gonçalense só crescia e em duas jogadas Sabão pediu pênalti, após ser tocado dentro da área, mas equipe conseguiu marcar aos 38 minutos com João, na sobra de um chute defendido por Léo Flores. O Ceres ainda se jogou ao ataque tentando a vitória, mas o empate se manteve até o fim: 1 a 1.

A partida
Ceres 1 x 1 Gonçalense - Taça Corcovado, 2ª rodada - 13/05/2015, às 15h

Estádio de Moça Bonita
Árbitro: Élton Azevedo
Assistentes: Alexandre Eller e Ivan Silva Araujo

Ceres: Léo Flores; William, Lucas, Gustavo e Waguinho; Wladimir, Cayo César (Thiago Abreu 40'/2ºT), David e André (Tavares 36'/2ºT); Vitor Ferraz e Marcos Vinícius (Marcelinho 26'/2ºT). Técnico: Leandro Ferreira.

Gonçalense: Julio; Joseph, Rodrigão (Giovanni - Intervalo) e Yago; Rosales, Pedrinho, Dyeguinho (Talis 24'/2ºT), Alan e Gilmax (João 24'/2ºT); William Amendoim e Sabão. Técnico: Cláudio Pinduca.

Cartões amarelos: Rosales, Yago, Sabão, Rodrigão, Dyeguinho (GON)

Gols: Marcos Vinicius 7'/2ºT (1-0); João 38'/2ºT (1-1)

Público: 178 pagantes (218 presentes)
Renda: R$ 1.640,00